. .

Energias renováveis

Energias Renováveis

Solar Térmica  Solar Fotovoltaica  Biomassa  Vantagens

A Energia Renovável é a energia que vem de recursos naturais como sol, vento, chuva, marés e calor, que são renováveis (naturalmente reabastecidos).

As fontes de energia renovável são várias mas apenas há três origens para elas:

  • Energia Solar
  • Energia Geotérmica
  • Energia das Marés




Energia Solar Térmica

Exemplos de algumas aplicações Biomassa.

  • Águas Quentes Sanitárias (AQS)
  • Águas Quentes para Piscinas (AQP)
  • Águas Quentes para Climatização (AQC)


Energia Solar Fotovoltaica

Microgeração

O Decreto-Lei n.º 363/2007, de 2 de Novembro com as alterações introduzidas pelo Decreto-Lei n.º 118-A/2010, de 25 de Outubro estabelece a legislação relativa à microgeração e para o ano de 2012, segundo a portaria 284/2011:

  • Tarifa de venda (energia solar) passa para 0,326€/kWh nos primeiros 8 anos e 0,185€/kWh nos 7 anos seguintes;
  •  Instalações em condomínios (6 ou mais frações), podem instalar uma potência máxima de injeção na rede até 11,04kW (as restantes mantêm o limite de 3,68kW);
  •  Instalações seguem a ordem sequencial de registos;

Vantagens

  • Produção descentralizada de Energia Elétrica;
  • Venda de toda a produção à Rede;
  • Instalações até 3,68 kW;
  • Obrigatoriedade de instalação de 2m2 de Solar Térmico ou realização de auditoria energética;
  • Regime Bonificado;
  • Retorno do investimento na ordem dos 6/7 anos.

Minigeração

Com a introdução do Decreto-Lei nº 34/2011 de 8 de Março, é possível a instalação de unidades de minigeração até uma potência máxima atribuivel para ligação à rede de 250KW.

A minigeração não pode exceder 50% da potência contratada e tem-se que garantir que 50% da produção é consumida na instalação de utilização.

A miniprodução tem 3 escalões:

  • Escalão I – Potência instalada até 20KW;
  • Escalão II – Potência superior ou igual a 20KW e inferior a 100KW;
  • Escalão II – Potência igual ou superior a 100KW e inferior a 250KW.

Em todos os escalões é necessário uma auditoria energética à instalação de utilização, para determinar a implementação de medidas de eficiência energética, com o seguinte período de retorno:

  • Escalão I – 2 anos
  • Escalão II – 3 anos
  • Escalão II – 4 anos

A tarifa aplicável vigora durante um período de 15 anos, contados desde o 1º dia do mês seguinte ao do inicio do fornecimento.
A tarifa para o ano de 2012, segundo a Portaria nº 285/2011 de 28 de Outubro, é de 215€/MWh.
A quota de potência prevista para 2012 é de 30MW.

Os valores das taxas para cada escalão são as seguintes:

  • 500,00€ – para o Escalão I
  • 1.000,00€ – para o Escalão II
  • 2.000,00€ – para o Escalão III

Vantagens

  • Produção descentralizada de Energia Elétrica;
  • Venda de toda a produção à Rede;
  • Instalações até 250kW;
  • Obrigatoriedade de realização de Auditoria Energética ou Certificação Energética;
  • Regime Bonificado;
  • Retorno do investimento na ordem dos 6 a 8 anos.


Biomassa

Exemplos de algumas aplicações Biomassa:

  • Aquecimento de piscinas (AQP)
  • Aquecimento de águas quentes sanitárias (AQS)
  • Aquecimento ambiente
  • Produção de Eletricidade


Vantagens das Energias Renováveis

  • Menor agressão do meio ambiente;
  • Podem gerar energia de forma mais descentralizada;
  • Asseguram ao País uma maior independência energética;
  • Retornos de investimento a curto prazo;
  • Competitividade e Sustentabilidade.